Dados vazados, últimos Bezos e transplante de cocô

Fala aí seus maratonistas de Netflix. Hoje é segunda-feira, dia oficial de newsletter do Gizmodo Brasil (a partir de agora). Como a última vez que conversamos foi na quarta-feira, a edição de hoje será um pouco mais curta, mas ainda recheada de coisa boa. Vem com a gente.

Seus dados vazaram? Não se desespere

Vazaram 223 milhões de CPFs — número superior à da população brasileira, que está em 210 milhões. Isso significa que muito, muito, muito provavelmente você está entre os prejudicados. Ainda assim, aparece um site, como o Fui Vazado, dizendo que checa se seus dados estão aí no meio. Na dúvida, você vai lá, coloca seu aniversário, CPF e… pronto.

Ao fazer isso, você pode estar validando que seus dados vazados estão corretos, pode estar fornecendo mais informações para um cibercriminoso etc. Não faça isso — mesmo no caso do Fui Vazado, no qual o responsável pela página deu as caras. Conversamos com dois especialistas em computação que explicam porque é sempre importante desconfiar antes de sair fornecendo suas informações. Leia aqui.

O que mais ler no Gizmodo Brasil?

  • O homem mais rico do planeta deixará o comando de uma das empresas mais valiosas do mundo. Nos próximos meses, Jeff Bezos começa a arrumar suas malas para sair da Amazon, companhia que fundou em 1994. Quem o substituirá será Andy Jassi.

  • Transplantes de cocô podem ajudar nos tratamentos contra câncer. É sério.

  • Este japonês cria máscaras 3D hiper-realistas que imitam rostos humanos. E o resultado é doido.

  • A Merck, que criou a Invermectina, diz que não há dados que comprovem que medicamento funciona contra Covid-19. E ainda há quem insista no tratamento.

  • Ração nem sempre é a melhor opção para seu cachorro. Este estudo, por exemplo, mostra que algumas dietas humanas permitem que eles aproveitem melhor o alimento e façam menos cocô.

  • Cientistas estudam spray nasal que pode evitar infecções respiratórias, como gripe e COVID-19. Mas, calma. Ainda falta bastante para se tornar realidade.

Vale ler também

  • Você está ansioso com o péssimo futuro que vem aí com as mudanças climáticas? Essas pessoas também; mas estão fazendo algo para mudar. Lá no The New York Times.

  • Famílias que foram desmanteladas pela guerra estão conseguindo se reunir, depois de décadas, graças ao Facebook. Lá no OneZero.

  • A ascensão e queda dos comentaristas do Gizmodo Brasil. No Manual do Usuário.

    Até semana que vem.
    Kaluan Bernardo